Search

Exposição de ferromodelismo reúne colecionadores e histórias em São Carlos

0 Flares 0 Flares ×

Como sempre, a Estação Ferroviária de São Carlos (SP) está cheia de trens circulando, mas desta vez não são os convencionais, eles foram reduzidos em miniaturas.

A 11ª edição do Encontro de Ferromodelismo que ocorre neste fim de semana reúne colecionadores da região.

São mais de 25 maquetes de mini trens com metros de extensão. Nacionalmente conhecida, a exposição é aberta e gratuita ao público neste domingo (5), das 10h às 18h.

Segundo a Diretora da Fundação Pró Memoria, Maria Isabel Lima, a expectativa de público no evento é de 5 mil pessoas. Para ela, o objetivo é resgatar as memórias das ferrovias e reviver toda a história da cidade.

“Tem colecionadores daqui, de Mococa, Santa Rita do Passa Quatro e outros. O evento já está no calendário oficial da cidade. Todo ano o pessoal espera pela exposição”, disse a diretora.

Coleção

Representando a estação municipal e expondo pontos turísticos, a Associação São-Carlense de Ferromodelismo (ASCFER) desenvolveu uma maquete de 56 metros.

“Eu coleciono desde os 12 anos, cheguei a andar em um trem de passageiros com meu avô e meu pai. Hoje devo ter entre 15 locomotivas e 200 vagões”, contou o associado Sergio Ricardo de Luca.

Sonhos

Para o técnico eletrônico de Mococa (SP), Ricardo Bernardes, a relação com os trens vai muito além das coleções. Ele contou que a ligação que tem com o trem começou desde pequeno, com seu pai.

“O que me inspira é o apito do trem, a maquina passando pelos trilhos, é uma paixão que me faz lembrar meu pai que já faleceu”, disse o Bernardes.

Bernardes coleciona principalmente trens da Ferrovia Paulista (Fepasa). Ele disse que ainda não fez nenhuma loucura para comprar os veículos, porém tem o sonho de conseguir uma miniatura.

“Já gastei cerca de R$ 5 mil com os trens. Ainda não fiz nenhuma loucura, mas meu sonho é ter um exemplar da Russia B8. Só existe uma réplica dela e está em Bauru (SP), deve custar uns R$ 3 mil”, contou.

Investindo

O transportador Daniel Garcia divide a paixão pelas locomotiva com seu pai. Ambos produzem maquetes e já colecionam há mais de sete anos.

“Meu avô era maquinista e sempre me interessou. Já investi mais de R$ 7 mil. Eu e meu pai trabalhos juntos nesse hobby”, disse Garcia.

Fonte - G1 São Carlos e Araraquara



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×