Search

Incrementando o Depósito de Locomotivas

0 Flares 0 Flares ×

A colocação de um kit na maquete, se acompanhada de uma decoração adequada, fará com que a mesma se torne mais facilmente integrante do cenário. O Depósito de Locomotivas Frateschi (Produto de Referência 1517) é um kit de fácil construção, permitindo até mesmo que um membro da família do modelista participe na montagem, bastando seguir com atenção o folheto de instruções.

Um depósito de locomotivas é o local onde são feitos os serviços de manutenção das máquinas, em geral revisões periódicas, troca de óleo e pequenos reparos. Possui, para tal, uma bancada de ferramentas ao longo das paredes. Para facilitar os trabalhos, existe um patamar central que possibilita aos mecânicos trabalharem na altura dos motores das locomotivas. Veja na foto e na ilustração como é essa plataforma, um detalhe importante que pode ser construído pelo modelista com pequenos pedaços de plástico estireno.

Antes de montar o depósito e fixá-lo definitivamente na maquete, deve-se dar a ele o toque pessoal de casa um, seja pintando, envelhecendo ou acrescentando pequenos detalhes. A pintura ajuda a resolver o problema da “frieza” do acabamento industrial do plástico. O único sistema eficaz para conseguir um bom acabamento é a pintura pelo próprio modelista. Enquanto para uma locomotiva, carro ou vagão o ideal seja pintar com aerógrafo, para os kits o pincel funciona muito bem. Para tanto deve-se:
a) utilizar pincéis de boa qualidade – evite os de pelo duro e mal unidos. Um bom pincel tem os pelos de tamanhos diferentes, numa forma ovalada que termina numa ponta única e perfeita;
b) utilizar os pincéis adequados – existem vários tipos de pincéis, mas em modelismo bastam os redondos e os achatados. O ideal é utilizar os que variam entre o numero 2 e 8;
c) dissolver adequadamente a tinta – a tinta latex Suvenil branca, misturada com pigmentos da marca Xadrez nas cores desejadas, é ótimo para pintura dos kits, porém deve-se evitar a aplicação de camadas muito espessas, pois tapam os pormenores do modelo.

Uma técnica muito boa é a chamada “técnica do pincel seco”. Consiste em pintar o kit normalmente com uma tonalidade mais escura que o resultado desejado. Em seguida aplica-se uma tonalidade mais clara da mesma cor, porém após esfregar o pincel sobre um pano ou papel, até que quase não fique tinta alguma nos pelos. Passa-se o pincel quase seco, suavemente, sobre a pintura anterior, de forma que pouca tinta cubra os relevos do kit, tais como tijolos, pedras, telhas, ranhuras de madeira, etc.

É aconselhável pintar também a parte interna do depósito de locomotivas. Pequenos acessórios, colocados nas imediações do depósito, contribuirão para a sua “integração” ao cenário: tambores de óleo, figuras humanas, dormentes empilhados, vegetação rasteira, um tanque de armazenamento de combustíveis, etc.

Fonte - Revista Trens & Modelismo - Volume 12







01 comentário para “Incrementando o Depósito de Locomotivas

  1. João Batista Gomes

    Muito legal essa dica, me iluminou bastante para um detalhamento melhor no depósito de locos de minha maquete. Parabens pelo conteudo do site, muito bom e visito sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×