Search
Tintas para Ferromodelismo que correspondem as grandes empresas ferroviárias atuais como Rumo, Brado e ALL, assim como empresas do passado

Tintas para Ferromodelismo

0 Flares 0 Flares ×

Sobre a Tinta

A tinta usada é a Laca Nitrocelulose conhecida como Duco ou Automotiva. A diluição deve ser feita com Thinner de qualidade superior. Caso seja usado uma thinner de qualidade inferior (desses usados para limpeza de ferramentas) a tinta poderá ficar esbranquiçada e sem brilho. Cada vidro contém 60 ml aproximadamente que é mais que o suficiente para várias pinturas. Isso acontece porque a tinta deve ter a viscosidade ajustada para utilização em aerógrafo.

Cada modelista tem uma forma de trabalhar com a diluição da tinta. Alguns gostam de uma tinta mais grossa outros mais diluida. Cada cor tem sua diluição ideal. Cores mais fortes como as cores básicas, permitem uma diluição maior e ao contrário cores mais suaves, como cores pastéis, necessitam menos diluição. Nossa recomendação é que o modelistas experimente antes de aplicar a tinta diretamente em um modelo, ajustando a viscosidade da tinta de acordo com sua técnica particular.

Como é de conhecimento dos modelistas em geral, o thinner assim como a tinta automotiva atacam o plástico e assim não devem ser aplicadas diretamente no modelo. Antes da aplicação da tinta é necessária uma cobertura de um primer que fará o papel de fixador. Existem vários tipos de primer para pintura sendo que uma das melhores é sem dúvidas a Gunze Basic. Esta é uma base relativamente difícil de se encontrar nas lojas de modelismo, plastimodelismo e militaria, entretanto vale o trabalho. A aplicação é fácil, a textura fica bem lisa e a cobertura fica perfeita para a aplicação da tinta definitiva. Há alternativas de fixador como as tintas base de pintura ou os promotores de aderência automotivos.

Um primer é uma tinta preparatória de superfícies. Serve para preparar um modelo que receberá pintura. Possue como princicpal característica a aderência, proteção e padronização da superfície, criando uma durabilidade maior para a pintura definitiva.

O primer também é um revelador de uma mau resultado de modelagem. Toda vez que um modelo foi modificado, lixado, aplicado massa putty (produto próprio para acabamento de modelos) ou sofreu qualquer outra técnica de alteração, o resultado dessa modelagem fica mais visivel após a aplicação do fundo preparatório. Esse produto realça os defeitos da oriundos do trabalho feito. Por outro lado, é melhor saber desses problemas antes da aplicação da tinta definitiva.

A embalagem

A embalagem da tinta é composta pelo frasco de vidro, por uma tampa plástica chamada de botoque e a tampa com rosca. A função do botoque e da tampa com rosca é garantir que a tinta não vaze quando estiver sendo manuseada ou transportada, nem que os

componentes da tinta evaporem com a ação da temperatura e umidade do ar. Recomendamos que sempre que a tinta não esteja sendo utilizada o botoque e a tampa estejam nos seus lugares para proteger a integridade da tinta assim como evitar eventuais vazamento. Somente a tampa não veda completamente a tinta e o mesmo acontece com o botoque, que sozinho não impossibilita a saída da tinta.

Dentro da embalagem existem pequenas esferas de vidro misturadas com a tinta. A função dessas esferas é auxiliar a mistura das cores que compõe e formam a matiz da cor. Com o tempo a tinta decanta e seus elementos se separam ficando no fundo da embalagem. As esferas ajudam a mistura dos elementos e sua completa integração. As esferas tem um tamanho suficiente para não interferir no trabalho do aerógrafo caso caiam no recipiente de tinta do aparelho. Uma perfeita mistura dos elementos que compões a tinta é fundamental para o resultado final da pintura, por isso chacoalhe bem o fraco até se a cor ficar uniforme.

Utilização

Pequenas quantidades de tinta devem ser transferidas para o copo do aerografo de cada vez. Isso é recomendado porque se você manuseia grandes quantidades de tinta, há uma maior possibilidade de contaminação desse material por poeira, restos de outras tintas, thinner e outros elementos. Além do mais, caso aconteça um acidente, a quantidade de tinta que sairá do copo do aerografo será menor. Usando-se menos quantidade de tinta de cada vez, é possivel também se fazer várias diluições com thinner objetivando-se diferentes resultados (cobertura, acabamentos, retoques, etc.).

Depois de aplicada, cada demão deve esperar sua cura (secagem) para a aplicação da próxima demão. Isso é importante porque aplicações sucessivas de tinta em um modelo podem acarretar em resultados ruins uma vez que a tinta de uma demão carrega uma quantidade de thinner que pode interferir na camada aplicada anteriormente. Veja abaixo uma tabela padrão de secagem de tintas automotivas. Esse tempo indicado depende das condições do tempo, temperatura e umidade do ar do dia que você estiver aplicando o produto.

  • Toque: 15 minutos
  • Manuseio: 30 minutos
  • Cura total: 12 horas

Previsão do tempo

Não é muito bom aplicar tinta em modelos quando o tempo estiver muito umido ou em dias chuvosos. A umidade se mistura com o ar processada pelo compressor e posteriormente com a tinta expelida pelo aerografo. Muitos dos sistemas de compressão de ar utilizam filtros para retirada da água do ar e isso ajuda muito, entretando não elimina totalmente o problema. Além do mais, tempos mais secos e quentes favorecem a dispersão do thinner que tem a função de veículo (levar a tinta para o modelo) no processo de pintura e de secagem da tinta impregnada no modelo.

Ambientes

Dê preferência a ambientes externos e ensolarados para efetuar pinturas em modelos. O vento pode atrapalhar um pouco mas é melhor para a disperssão dos produtos exalados no resultado do uso do aerógrafo. Caso não seja possível, existem maneiras de se trabalhar com segurança em ambientes fechados utilizando-se cabines de pinturas. Essas cabines são simples de serem feitas e serão objeto de um outro artigo sobre o assunto. Basicamente as cabines são caixas com um sistema de iluminação e outro de exaustão. O sistema de iluminação visa prover luminosidade para se enxergar o modelo e o processo de pintura. O sistema de exaustão tem a função de eliminar os gases emanados do processo e levá-los para um ambiente externo.

Onde achar

Dê você pode achar as tintas CM para venda nas seguintes lojas:

Rio Grande Modelismo

Jorge Trens

Giltec Modelismo







2 comentários para “Tintas para Ferromodelismo

  1. Dinonisio José de Castro

    Quais são as tintas indicadas para a pintura dos kits de construções vendidos pela Frateschi? Abraços e parabéns pelo site.

  2. Ferromodelismo Brasil Post author

    Há duas possibilidades: as tintas à base de Latex, para pintura de paredes, e as tintas acrílicas. Ambas são solúveis em água, o que facilita muito. As primeiras são encontradas em latas de 1 litro, nas lojas de material para construção. As segundas são encontradas em lojas de material para desenho, arquitetura, pintura em tecidos, silk screen, etc…e também possuem boa aderência.
    Para não errar, antes de pintar definitivamente os prédios, faça um teste numa parede, pelo lado de dentro.
    Alguns modelistas sugerem diluir a tinta com água adicionando um pouco de “cola branca” (tipo Tenaz) para aumentar a aderência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×